Viagem a Mendoza - Roteiro • Juntando as Panelas

Viagem a Mendoza – Roteiro

Viagem a Mendoza – Roteiro

Uma viagem de adultos à Mendoza no dia das crianças.

Fala Paneleiros!!! Dia 12 de outubro é, comercialmente, Dia das Crianças. Nós do Juntando as Panelas já estamos meio crescidinhos para ganhar brinquedos, mas adoramos comemorar a data. Então dessa vez demos uma adaptada!

Fomos para Mendoza, na Argentina, conhecer as vinícolas de lá. Afinal, cada um ganha o brinquedo que gosta. Além de muito vinho bom, tivemos refeições deliciosas. Voltamos com a mala cheia de dicas para você, querido paneleiro.

Ficamos hospedados no hotel Park Hyatt (clique para ver o post). Logo que chegamos já fomos recebidos com vinho no check in. Óbvio, afinal, estávamos em Mendoza! Chegamos tarde da noite, então, antes de subir para o quarto, fomos jantar no Bistro M (clique para ver o post), no próprio hotel.

Park Hyatt hotel em Mendoza

Foto: Reprodução

No segundo dia acordamos cedo para poder começar a tão esperada imersão no mundo do vinho. A primeira “Bodega” visitada foi a Renacer (clique para ver o post). Na sequência, fomos conhecer a Luigi Bosca (clique para ver o post) e finalizamos com um delicioso almoço na Lagarde (clique para ver o post).

Renacer em Mendoza

Foto: Juntando as Panelas

As três bodegas ficam na região de Luján de Cuyo, não muito afastada do centro da cidade, onde estávamos hospedados. Por isso, no retorno ainda conseguimos curtir um pouco o hotel. Já de noite fomos jantar no simpático restaurante Francesco (clique para ver o post).

A região de Maipú ficou para o terceiro dia. Lá conhecemos as vinícolas: Rutini La Rural (clique para ver o post) e El Enemigo (clique para ver o post), onde almoçamos. Passamos também pela Olivícola Zuccardi (clique para ver o post). Já o jantar ficou por conta do famoso Francis Mallmann no restaurante 1884 (clique para ver o post).

Rutini La Rural em Mendoza

Foto: Juntando as Panelas

Em nosso último dia em Mendoza fomos para a região do Valle de Uco. Lá conhecemos a gigantesca Salentein (clique para ver o post) e a minúscula La Azul (clique para ver o post), onde tivemos um almoço de frente para a Cordilheira dos Andes. No jantar, optamos pelo Cavas Wine Lodge (clique para ver o post): um dos pontos mais altos da viagem.

Bodega La Azul em Mendoza

Foto: Juntando as Panelas

Por conta do curto tempo, não conseguimos fazer tudo o que gostaríamos. Deixamos vários passeios para outra oportunidade. Entre as atrações que não conseguimos ir, as mais recomendadas são: Trapiche, Chandon e Catena.

Além da pesquisa habitual que sempre fazemos antes de viajar, contamos com um serviço incrível dessa vez: o Peter Plans. O site funciona com o intuito de ser um concierge virtual de viagens sem custo nenhum. Você pode optar por fazer uma contribuição, mas nada é obrigatório. Fomos atendidos pela Cris, que mora em Mendoza, em um primeiro contato através do messenger do Facebook deles. Mas depois, mantivemos o contato por WhatsApp que facilitou muito a organização da viagem.

A Cris se responsabilizou por agendar TODAS as nossas visitas às vinícolas e providenciou a empresa de transporte que nos forneceu uma ótima van particular com motorista à disposição para os passeios e jantares. Com certeza recomendamos esse serviço se você está pensando em ir a Mendoza e precisa de uma ajudinha. Ah! E pra melhorar, ela é brasileira, então pode conversar em português mesmo! Hehehe…

Sobre o transporte até lá, existem poucas opções de voo direto. Então se você pretende fazer a viagem em um tempo mais curto, sugiro que planeje com mais antecedência ou esteja disposto para pagar mais (bem mais).

Eu tinha uma outra ideia dessa cidade argentina. Imaginava um vilarejo bem pequeno. Mendoza é uma cidade relativamente grande, de interior. Mas com um potencial comercial fortíssimo e capaz de encantar seus turistas. Eu já não vejo a hora de retornar. #naestrada

Então é isso aí galera. Gostou? Compartilha com os amigos. Não gostou? Manda o link para os inimigos. Até a próxima! Fui comer em algum lugar e volto mais tarde.

André Varella.
Não deixe de seguir a gente no Instagram: @juntandoaspanelas

Produtor multimídia. Amante da boa gastronomia, acredita que uma experiência de refeição vai além apenas da comida. Desde sempre é apaixonado por comer bem e um curioso de plantão, sempre buscando descobrir novos sabores.

Deixe seu comentário

Posts Relacionados

Swiss Chuchi – Zurique Fomos até Zurique provar a tradicional receita de fondue em um típico chalé suíço.
KADEWE – Berlim Trata-se de uma gigantesca loja de departamento.
Roma A capital do cristianismo
De Belhamel – Amsterdã O primeiro jantar de nossa EuroTRIP foi o simpático De Belhamel.
Amsterdã A capital onde a prostituição e a maconha são legalizadas tem muito mais a oferecer.
Um final de semana delicioso em Ilhabela Festival do Camarão, restaurantes tradicionais da cidade e muito descanso na ilha mais bela do litoral Paulista